sexta-feira, 26 de abril de 2013

It's London, baby!


Pensa numa pessoa que mal pisou os pés em casa e já quer comprar passagens novas pra refazer a mesma viagem? Inevitável, fiquei apaixonada por Londres! Já tinha ouvido muita coisa legal e realmente não decepcionou, foi um bate e volta de um fim de semana mas suficiente pra aproveitar bastante essa cidade que definitivamente entrou pro Top 5 das minhas capitais européias favoritas.
Nem do clima típico londrino eu vou poder reclamar já que fez um céu indecentemente azul sem nenhuma nuvem durante nossa estadia. Alias, o reino Unido sempre me recebeu de braços abertos nesse sentido, quando fui pra Escócia o clima tambem estava ótimo, vou ter que voltar mais vezes pra confirmar se essa fama de tempo ruim é verdade mesmo!
No sábado teve um intensivão pela cidade pra conseguir ver todos os monumentos, já que eu só fiquei sabendo em cima da hora que a maratona de Londres aconteceria no domingo. Dai pra evitar a fadiga, ruas fechadas e gente amontoada optamos por deixar o domingo para as compras, visitar os pontos turístico mais fora do centro, etc. Pra começar fiquei super satisfeita com a viagem de trem. Tá certo, o Eurostar não tem wi-fi e é bastante mal conservado, nada comparado ao Thalys ou àquele maravilhoso que faz o trajeto Munique - Frankfurt na Alemanha, mas cumpre a função. São só 2 horas de Bruxelas à Londres, sem a chatice de despachar bagagem, fazer check in e o melhor de tudo, evitar deslocamento do aeroporto pra cidade e poder levar o quanto de bagagem você quiser. Escolhemos o primeiro trem do sábado e o último trem do domingo e o timing foi perfeito.
Chegando lá foi ir pro hotel que ficava a 3 minutos da estação, deixar as malas e ir direto para o British Museum. Eu sabia que não teria tempo pra muitos museus mas esse era prioridade. Ainda não me perdoo por ter ido à Paris e não ter visitado o Louvre, não ia cometer o mesmo erro de novo. Ai gente, como é lindo, eu queria morar lá dentro!! É muito emocionante ver peças importantes que você só conhecia por livros como a Pedra Roseta, o Livro dos Mortos, a Múmia da Cleópatra, as ferramentas de pesquisa geográfica do século XVIII e XIX, fora a parte da África, América, incluindo tótens da Ilha de Páscoa. Um pouco mais de 2 horas lá dentro pra percorrer tipo metade, é mole?

Ilha de Páscoa

Entidades religiosas africanas. Achei muito Orixá, lindas!
Astecas

Cleópatra

Livro dos Mortos
Saindo de lá já fomos pro centrão, Tower Bridge, Tate, Big Ben, St Paul Catedral, Trafalgar, Oxford street. Entramos rapidinho na National Gallery que tem quadros incríveis! Deu pra dar uma
esticadinha e tomar um sol e ouvir um som no meio da multidão que estava fazendo uma quermesse de São Jorge.
National Gallery e festa de São Jorge
Depois dai foi voltar pro hotel, tomar um banho e ir pro restaurante do meu muso Jamie Oliver! Ai, que sonho! Já tinha feito as reservas um tempo atrás para não correr o risco de ficar de fora, já que ir conhecer a culinária do Jamie era tipo prioridade máxima nessa viagem. Eu amo cozinhar e sou super fã dele, não só pelo talento mas pelos ideais, simplicidade, a bandeira de fazer comida saudável, de verdade. Infelizmente o Fifteen estava fechado pra reforma e o Barbecoa já estava cheio, então escolhemos um da linha Jamie's Italian em Westfield, um lugar super fofo perto daquele shooping enorme e lindo. Atendimento de primeira, comida muito boa, tudo muito simples e aconchegante, do jeito que eu imaginei que seria. Ainda voltei com uma garrafa de azeite de oliva divino porque aquela lojinha é uma tentação e eu queria comprar tudo.
De entrada pedimos polenta frita no azeite trufado com parmesão e tomilho e bruschettas com ervas que não saíram na foto

No prato principal fui de salmão com creme de ricota e vegetais

Pascal escolheu o Jamie's favourite que é um mega filé de peru

De sobremesa fui de brownie com framboesa, sorvete de amareto e pipoca caramelizada

Pascal pediu uma torta de cereja com calda de frutas vermelhas e sorvete de tangerina
No domingo foi dia de começar com o tradicional english breakfast e correr pra Notting Hill que tinha ficado de fora no sábado. Também era prioridade ir num dos mercados tradicionais da cidade e apesar de estarmos muito perto de Camden acabamos indo pro mercado da Portobello Road. Lugar super simpático, artistas de rua, muita coisa linda, da vontade de levar tudo! Roupa, sapato, coisinhas de decoração... Tivemos que passar de volta no hotel pra deixar as compras, fácil com aquele sistema de metrô que é coisa linda de Deus!
Portobello Road

#euamoundergrond
Corremos pro Natural History Museum pra ver os dinossauros (eu era muito apaixonada por dinossauros quando era criança), a primeira publicação do "A Origem da Espécies", várias outras emoções. Dai foi dar uma passadinha no Palácio de Buckingham, Hyde Park e fazer mais comprinhas. Londres é uma cidade linda pra se visitar em casal, mas tenho certeza que a Oxford Street será muito mais legal na próxima viagem 'cazamiga'. Depois foi voltar pro hotel, fazer todas as compras caberam na mala e dormir como uma pedra no trem pra casa. Já pode começar a contagem regressiva pra viagem de volta?
Museu de História Natural

Clichê

Céu azul!

2 comentários:

  1. Tenho muita vontade de conhecer Londres, esta na minha lista!!!!
    Adorei suas fotos...
    E continua linda hem, magrinha... eu comecei ano passado minha dieta, me inspirei em você, consegui, mas retornei pra cá e retornaram os quilos... rsrsr
    beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Londres é super linda Ana, vale a visita! pois é, agora estou numa fase de manutenção e ganho de massa magra, ta indo devagar, mas ta indo. qndo a gente se acostuma com a nova dieta fica td mais facil! :D beijos

      Excluir

Pin It button on image hover