terça-feira, 25 de setembro de 2012

The apple doesn't fall far from the tree

Estou aqui tomando uma cevejinha enquanto espero Pascal para jantarmos juntos (strogonoff *.*). Hoje é a primeira aula de português dele, estou muito curiosa pra saber com foi, espero que ele tenha curtido! Mas esse não é o motivo pelo qual eu decidi escrever esse post assim, agora. Pra acompanhar a cervejinha, escolhi uma trilha sonora e aqui me deliciando, só me passou pela cabeça o quanto eu sou grata aos meus pais por terem refinado meu gosto musical desde criança.
Graças a Deus lá em casa nunca entrou um LPzinho do Zezé de Camargo e Luciano se quer. Me lembro como se fosse ontem da minha mãe dando faxina na casa na sexta feira. O cheiro gostoso da cera que ela passava no chão, a gente brincando de cabaninha debaixo da mesa sucupira enquanto ela colocava as cadeiras da mesa pra cima e a música de fundo. Era sempre Legião Urbana, Zé Ramalho, Roupa Nova, Beto Guedes, Belchior, 14 Bis, Milton Nascimento. Dos internacionais lembro de Bob Dylan, Simon and Garfunkel, Dire Straits, Queen, Boney M, Michael Jackson, Jackson 5, Eagles... Ok, nem tudo foram flores. Não curti nem um pouco a temporada Julio Iglesias que veio com a novela 'Deus nos acuda'... Deus nos acuda! O pai também sempre foi fã de Legião Urbana em especial, mas seria injustiça não mencionar Tião Carreiro e Pardinho... Ê, moda de viola!
Poderia ficar aqui fazendo a lista a noite toda...Só sei que eles jura que com 4 anos eu já sabia cantar 'Faroeste Caboclo' inteirinha sem errar! hahaha... Não sei se é exagero, mas deve ter seu fundo de verdade. Neste mesmo momento foi Legião Urbana que me deu vontade de ouvir. Acho que há muitos anos eu não ouvia nada deles e para minha própria surpresa, ainda sei todas as letras! :D
Com certeza essa influência me manteve afastada de muita porcaria que pipocou por ai na decada de 90 e 2000 e pipoca até hoje! Fico pensando que muitos pais reclamam do comportamento dos filhos e posteriormente das escolhas, mas não realizam que the apple doesn't fall far from the tree. Faz toda a diferença crescer num ambiente, não diria intelectualizado, mas propício ao desenvolvimento cultural. Eu sempre amei ler, habito que tem estado meio de lado nos ultimos anos, mas pensa numa adolescente chata que enchia 3 carteirinhas de biblioteca na escola por ano? Era eu! Já vi gente reclamando que os filhos não gostam de ler, mas será que eles liam a bíblia pras crianças antes de dormir como minha mãe fazia pra gente? Não estou levantando nenhuma bandeira de conversão aqui, mas não é um hábito legal? Pascal se espanta de como eu ainda sei todas as histórias de cor.
Temos uma coleçao bacana de vinis em casa, pequena, mas bacana. E eles ainda cultivam os mesmo gostos, só que agora mais high tech. Mamis passou tudo pro DVD... Com clipes! Ninguém aguenta mais! hahaha...
Aqui em casa Pascal tem um gosto musical bastante duvidoso, não quero acreditar naquela música da Shakira que tocou outro dia no carro! mas se depender de mim, nossos filhotes serão educados dentro do mais refinado gosto musical. Quero que eles convivam comigo ouvindo bastante Chico Buarque, Clube da Esquina, Jorge Ben e tudo o de mais legal especialmente de música brasileira. Mesmo assim, será que algum dia eles vão me decepcionar com uma música de funk no IPod?


2 comentários:

  1. Adorei seu blog! Fico feliz quando encontro pessoas que se identifiquem com minhas experiências. Eu sinto que através da internet podemos mostrar para o mundo quem somos e compartilhar histórias de sucesso :-) Queria seguir seu blog, mas não estou achando a opcão seguir no seu layout.

    ResponderExcluir

Pin It button on image hover